Aparelho ortodôntico: o que é, preço, tipos e mais

aparelho-ortodontico

Por muito tempo, utilizar aparelhos ortodônticos era sinônimo de sofrer bullying. Afinal, eles eram muito grandes e deixavam a pessoa com uma estética realmente fora do comum. Mas, com o passar dos anos, seu tamanho foi reduzido até os diferentes modelos que existem hoje.

No fim, independentemente do tipo de aparelho ortodôntico utilizado, todos terminavam com um sorriso invejável. A seguir, descubra em detalhes tudo o que você precisa saber sobre essa ferramenta incrível para a saúde e estética. Confira!

O que é?

Também conhecido como aparelho dental ou simplesmente aparelho, o aparelho ortodôntico é uma ferramenta utilizada por dentistas para corrigir a posição dos dentes de seus pacientes.

Atualmente, existem diferentes modelos disponíveis para que o uso não afete tanto a estética como acontecia antigamente. De modo geral, as pessoas costumam utilizar esse dispositivo para ter um sorriso atraente, mas ele tem também um objetivo funcional.

Como o aparelho ortodôntico funciona?

Os aparelhos ortodônticos são compostos, basicamente, por quatro itens: braquetes, fios, ligaduras e elásticos. Cada um deles possui a sua função, mas, para compreender o funcionamento, basta focar nos elásticos.

Nossos dentes são ossos e, portanto, possuem um local de comunicação com outro osso (mandíbula ou maxilar), o que forma uma articulação. O nome desse tipo de articulação é gonfose e ela, normalmente, não possui movimento.

Devido a toda estrutura dos aparelhos ortodônticos, eles exercem uma força sobre essas articulações, fazendo com os dentes se movam. Quando isso acontece, há um processo de remodelamento ósseo e a neoformação, ou seja, o dente se move de lugar e deixa um espaço “vazio” que será preenchido novamente por tecido ósseo.

Por isso que os tratamentos com aparelhos duram tanto tempo, pois não é possível acelerar este processo. Nossos dentes precisam de um tempo para se recuperar e o corpo produzir mais tecido ósseo para mantê-lo no lugar em que foi movido.

De modo geral, os maiores responsáveis por essa pressão que move os dentes são os elásticos presentes nos aparelhos. Eles são colocados de uma forma específica pensada e definida por seu dentista para que seus dentes se movam para o local correto segundo a estética e função.

Assim, com o passar do tempo, sua mordida é ajustada, seus dentes são alinhados e, caso estejam fora de posição, são colocados no seu devido lugar. 

Quais os tipos de aparelho ortodôntico?

Os aparelhos ortodônticos foram evoluindo com o tempo, a fim de se adequar às exigências dos consumidores e a evolução da tecnologia. Hoje em dia, existem diversos tipos disponíveis, o que permite que o cliente escolha aquele que se sentir mais confortável.

Afinal, grande parte dos modelos objetivam o mesmo: tornar o sorriso esteticamente atraente e funcional. Nas próximas linhas, você vai ver os principais tipos de aparelho ortodôntico disponíveis no mercado, além de sua função. Confira!

Aparelho ortodôntico autoligado

A principal característica do aparelho ortodôntico autoligado é que ele dispensa o uso de elásticos, o que o torna mais discreto, confortável e acelera o tratamento. 

Ele pode ser todo metálico, de porcelana e até mesmo de plástico (policarbonato). Em linhas gerais, ele é visto como uma versão mais moderna do aparelho fixo tradicional e é o mais indicado para quem precisa desse tipo de dispositivo — haja vista seus benefícios.

Aparelho fixo metálico

O aparelho fixo metálico é certamente o mais popular de todos. Sem dúvidas, você já viu alguém utilizando um aparelho com borrachinhas coloridas. Esse é o aparelho fixo metálico.

Não costuma haver contraindicações para o seu uso, mas ele tem a grande desvantagem de provocar feridas nos lábios e bochechas de quem o utiliza devido aos braquetes, isto é, uma de suas peças metálicas.

Outro problema desse modelo é quanto à higienização, que é um pouco mais complicada. Afinal, ele exige uma atenção maior e o uso de escovas interdentais após cada refeição. 

Do contrário, há altas chances de provocar doenças na gengiva, cáries ou problemas ainda maiores. Por essas desvantagens, ele tende a ser mais barato do que os demais, sendo esse um dos principais motivos para a sua popularidade.

Aparelho fixo estético

Assim como os demais, o aparelho fixo estético também tem a função de alinhar os dentes de quem o utiliza. Dessa forma, sua maior diferença está em seu foco de ser praticamente imperceptível quando alguém o usa, pois seus braquetes são transparentes.

Ele pode ser feito em três tipos de materiais: porcelana, safira e policarbonato. De maneira lógica, o tipo de material que ele é feito influencia no quão perceptível ele é e em seu preço.

Normalmente, esse tipo de aparelho é utilizado por adultos, pois esse é o público que mais busca discrição no tratamento. Ainda assim, quando de porcelana ou policarbonato, há o uso de elásticos, o que o torna um pouco mais perceptível do que o de safira.

Aparelho lingual

O aparelho lingual é um pouco menos comum no nosso dia a dia, pois é indicado para pessoas que praticam esportes de impacto, como artes marciais. Sua constituição é semelhante a do aparelho fixo metálico, com a diferença de que ele é colocado na parte posterior dos dentes, isto é, a que é voltada para o lado interno.

Dessa maneira, é imperceptível que a pessoa utiliza aparelho e não há risco de causar lesões ao sofrer uma pancada na bochecha ou lábios, por exemplo. 

Por outro lado, a higienização se torna bem mais complexa e trabalhosa, pois eles exigem o mesmo cuidado do aparelho fixo metálico, mas agora com uma visualização mais limitada.

Alinhadores transparentes

Os alinhadores transparentes são o tipo de aparelho ortodôntico mais modernos que existem no mercado de odontologia atualmente. Para criá-los, é preciso um atendimento muito pessoal ao paciente, pois eles são moldados especificamente de acordo com a sua arcada dentária.

Sem dúvidas, é o tipo de aparelho mais confortável e imperceptível que vai encontrar. Afinal, ele é completamente transparente, removível e adaptável.

Porém, ele é indicado somente para pessoas que possuem problemas leves de desalinhamento dentário, pois não tem uma ação tão forte e precisa como a dos outros modelos.

Sendo assim, o que pode acontecer é você utilizar algum outro modelo fixo por um tempo e, quando puder, alterar para este modelo. O valor investido vai ser maior, devido ao fato deste ser mais moderno, mas valerá a pena tendo em vista o conforto e praticidade.

Aparelho móvel

O aparelho móvel é utilizado para manter os resultados atingidos no tratamento com o aparelho fixo. Desse modo, imagine que você ficou meses ou anos utilizando algum tipo de aparelho fixo e, ao retirá-lo, seus dentes desalinham-se novamente. Seria extremamente frustrante, não?

É exatamente para isso que existem os aparelhos móveis. Como seu nome sugere, eles são móveis, ou seja, você pode tirá-los quando quiser, mas é importante utilizá-los pelo tempo recomendado por seu dentista.

Expansor palatino

O expansor palatino é um modelo de aparelho pouco conhecido, pois seu uso é mais comum em crianças e, mesmo nelas, é pouco utilizado. Basicamente, sua função é realmente expandir o palato, popularmente conhecido como céu da boca.

Isso é feito para corrigir a mordida da criança. Ainda que possa ser indicado para adultos, normalmente não é capaz de resolver o problema, devido a constituição óssea que já foi feita. Nestes casos, a indicação cirúrgica é mais comum.

Aparelho extrabucal

Os aparelhos extrabucais são muito mais chamativos e, apesar de objetivarem melhorar a estética dentária, afetam muito a estética geral do paciente. Provavelmente, você já viu esse modelo em algum filme ou série, sendo eles muito utilizados antigamente.

Hoje em dia, são pouco usados e, quando usados, são recomendados para crianças que precisam reduzir as chances de extrações dentárias e intervenções cirúrgicas, pois eles são capazes de moldar o desenvolvimento ósseo.

Quais as cores disponíveis?

Para os modelos que utilizam as famosas borrachinhas, há uma infinidade de cores disponíveis. Afinal, basta trocá-las para a cor desejada, algo que costuma ser feito mensalmente.

Em outros modelos, como a discrição costuma ser o principal objetivo, as cores transparente e branco costumam ser as mais comuns.

Nos aparelhos que utilizam elásticos, as cores disponíveis vão depender única e exclusivamente do consultório de seu dentista, pois há realmente uma variedade imensa disponível no mercado.

Mas, caso deseje saber, as cores mais utilizadas em aparelhos ortodônticos costumam ser, em diferentes tonalidades, o azul, cinza, rosa e até mesmo colorido.

Quanto custa para colocar aparelho ortodôntico?

Não há como dizer o preço exato para colocar aparelho ortodôntico, pois isso vai depender do profissional que vai realizar o procedimento, da situação atual em que se encontram os seus dentes, do tipo de aparelho que vai utilizar e outros fatores.

Ainda assim, há uma média que você pode tomar como base para se situar sobre o assunto. Inicialmente, você precisa entender que os custos não costumam ser únicos, isto é, você terá um pagamento mensal de manutenção, além do pagamento pelo aparelho em si e os exames necessários.

Estima-se um valor de R$ 500,00 a R$ 1.000,00 para aparelhos fixos metálicos — os mais comuns —, e de R$ 1.000,00 a R$ 2.500,00 para aparelhos fixos estéticos — os mais utilizados por adultos.

Para o aparelho autoligado, espere valores um pouco superiores. Contudo, eles costumam ser compensados com a redução do tempo de tratamento e o conforto proporcionado.

Sair da versão mobile