Synthol

O que é Synthol?

Utilizado para hipertrofia muscular, o Synthol é uma substância composta por óleo, anestésico e álcool. Desse modo, a quantidade de óleo corresponde a 85% do produto, a lidocaína, que é o anestésico, a 7,5% e há mais 7,5% de álcool.

Basicamente, sua composição integral do Synthol pode ser voltada para o óleo, que é formado por triglicerídeos de cadeia média, normalmente. A preferência por este tipo de óleo se dá pela crença de maiores “benefícios” no crescimento muscular.

Para que serve o Synthol? 

O Synthol é utilizado para aumento artificial da massa muscular, como se fosse um anabolizante, mas não é.

São chamados popularmente de anabolizantes os hormônios esteroidais que desempenham diversas funções vitais para o nosso organismo.

Dessa forma, por não ser um esteroide, o Synthol pode causar sérios danos à saúde, mas isso será melhor detalhado em outro momento deste artigo.

É muito utilizado por fisiculturistas de maneira extremamente controlada, com o objetivo de atingir uma simetria que a sua genética impossibilita.

Em outras palavras, imagine que possui um bíceps menor do que o outro e não importa o quanto treine isso não muda. Nesses casos, o fisiculturista pode optar pela tentativa de uso do synthol como solução para hipertrofiar o bíceps de menor tamanho.

Além disso, há outras pessoas que utilizam o Synthol por motivos estéticos e anabólicos como o desejo de ganhar massa muscular rapidamente.

Para quem é indicado o Synthol?

Como dito, o Synthol é indicado para fisiculturistas, que são profissionais que têm sua renda diretamente atrelada à exibição de seu corpo. Não há nenhum outro caso que justifique o uso dessa substância, haja vista os efeitos nocivos que ela pode ter, mesmo utilizando-a da maneira certa e com todos os cuidados necessários.

Como o Synthol age? Como toma-la?

Diferentemente de muitas outras substâncias utilizadas por atletas e fisiculturistas, o Synthol é um composto que é injetado diretamente no músculo.

Tendo em vista que é composto apenas óleo, praticamente, o indivíduo irá simplesmente estará aplicando gordura no músculo.

O que ocorre é que o músculo e o organismo se esforçam para expulsar essa substância, provocando uma inflamação.

Devido às características do Synthol e a dificuldade do músculo para eliminar gordura, ele acaba ficando retido e o músculo incha.

O álcool presente na substância, por exemplo, está ali somente para diluição e mistura do óleo com a lidocaína, que diminui um pouco a dor, somente.

Isso se torna necessário porque, para aplicá-lo, é preciso uma agulha grossa e grande e com toda certeza é algo doloroso penetrar o tecido muscular com algo afiado e injetar uma substância oleosa, como o synthol.

Assim como ocorre com o uso de esteróides, existem diversos efeitos colaterais negativos que dispensam completamente o uso do Synthol

Quais são os efeitos colaterais do Synthol?

Uma das várias lutas na velhice é exatamente contra a presença de gordura em músculos, devido aos danos relativos à saúde como um todo.

Sabe quando dizem que pessoas mais velhas sentem dores musculares, possuem menos força e afins? Dentre as possíveis causas, a presença de gordura entre as fibras musculares pode ser uma delas.

Dessa maneira, torna-se extremamente simples compreender dois efeitos colaterais extremamente negativos do synthol, que são: dores musculares e perda de força.

No entanto, os problemas vão muito além disso, principalmente quando acontece o uso inadequado da substância.

Conheça os efeitos colaterais do Synthol na lista a seguir:

  • Deformações musculares;
  • Perda de força;
  • Dores musculares;
  • Abscessos;
  • Embolia pulmonar;
  • Acidente Vascular Cerebral (AVC);
  • Necrose muscular;

Existem outros riscos e desvantagens do uso do Synthol, o que explicita a recomendação de profissionais para que não façam uso dela para fins que não sejam recomendados pelo médico.

Quais são as vantagens de usar o Synthol?

A vantagem de usar o synthol está associada à correção da assimetria corporal. Contudo, isso é algo que exige acompanhamento profissional e é feito em situações específicos, ou seja, como fisiculturistas e outros profissionais que ganham dinheiro com a aparência.

Para pessoas comuns, os riscos de usar o Synthol são maiores que as vantagens, principalmente se ele for utilizado para hipertrofia sem acompanhamento médico e profissional.

Como, já foi dito, o risco de inflamação é alto e qualquer utilização do composto de forma incorreta pode ocasionar problemas de saúde.

Onde comprar Synthol?

A comercialização do Synthol no Brasil é proibido, algo compreensível dado o risco de efeitos colaterais demonstrado neste texto. No entanto, é possível encontrar a substância de forma ilegal, principalmente na internet, onde o Synthol é vendido sem receita.

Nestes casos, fica a critério do usuário utilizar sem orientação médica e com os cuidados necessários para não ter reações colaterais graves.

Nos Estados Unidos, o uso do Synthol é liberado e é, inclusive, fácil de obter o composto. Por isso, muitas pessoas importam de lá para comercializar em outros países onde a venda é proibida.

Antes de comprar, sempre fica nossa recomendação de pesquisar bastante a loja, verificar a reputação da mesma e a opinião de outros clientes.

Por que as pessoas usam o Synthol?

Apesar de todas as desvantagens do Synthol e dos poucos benefícios deste composto, é comum se questionar o porquê das pessoas o usarem.

Nessa perspectiva, pode-se afirmar que os motivos são inúmeros, que vão desde objetivos estéticos e anabólicos (aumento de massa muscular, por exemplo) e para tratamento de doenças.

Com o passar dos anos, ter um corpo musculoso se tornou algo desejado por muitos homens e algumas mulheres. Isso acontece não porque essas pessoas querem ficar mais atraentes, mas também pelo gosto pessoal e o status social.

Não há nenhum problema em se esforçar para atingir esse objetivo, desde que seja feito de maneira correta. Inclusive, querer estar bem e parecer bonito e saudável é algo positivo à saúde.

No entanto, é preciso ter atenção e tomar cuidados para que a preocupação estética não se torne patológica.

Transtorno Dismórfico Corporal (TDC)

A dismorfia corporal, também chamada de Transtorno Dismórfico Corporal, é uma doença com sérios impactos psicológicos.

De modo simples, o indivíduo se preocupa em excesso com sua aparência por algum ponto em específico ou, até mesmo, algo que não existe.

Esse problema se torna grave quando leva as pessoas a serem impulsivas em decisões que alteram aquilo que as incomoda.

Para simplificar a compreensão, imagine uma pessoa que está quase no limite da hipertrofia muscular que sua genética permite e ainda assim ela não se satisfaz.

Sente-se fraco, magro, acha isso feio e deseja de alguma forma alterar esse quadro. Nesse ponto, irracionalmente, optam por uso de substâncias danosas ao corpo e a estética, como o synthol.

Por mais deformado que o corpo fique, ele busca uma maneira de se convencer que está perfeito.

Caso não houvesse sérios danos a sua saúde, não seria um problema tão relevante se sentir bem com a aparência deformada por uma substância.

Não obstante, sabe-se que os danos a saúde são reais, mesmo que a pessoa atinja o resultado que ela deseja.

Logo, é como se uma doença levasse a outra que, como já explicado, pode até mesmo causar a morte.

Não use synthol com objetivo de hipertrofia muscular e proteja as pessoas que conhece desta substância com a divulgação deste artigo.

Sem sombra de dúvidas, é um excelente começo para treinos mais saudáveis, resultados melhores e, principalmente, reais.

Deixe um comentário